Tumor Venéreo Transmissível – TVT

maio 5, 2008

O tumor venéreo transmissível (TVT), formalmente conhecido como sarcoma venéreo transmissível ou ainda tumor de Sticker, é uma neoplasia de células redondas, ocorrendo comumente na genitália externa dos caninos tanto nos machos como nas fêmeas.

A transmissão ocorre através da implantação de células durante o coito ou por interação entre um cão afetado e um susceptível. O TVT encontra-se entre as neoplasias de maior ocorrência em cães. Nas fêmeas localiza-se mais frequentemente na vagina (53%), na vulva (33%) e extra-genial (14%) (LOAR, 1992). Metástases são raras, menos que 5% dos casos relatados, mas podem ser relatadas em vários locais dentre eles, em nódulos linfáticos, fígado, pulmão, rins, cérebro, olho, entre outros (NAYAK e SAMADDAR, 1988; KROGER et al., 1991).

Agentes antimicóticos como a vincristina, vinblastina e doxirrubicina são os agentes preferidos na quimioterapia, sendo a vincristina o fármaco de escolha na maioria dos casos. Entretanto, apesar de pouco freqüente, tem-se observado tumores quimioresistentes ao tratamento convencional, sendo necessária à escolha de outro fármaco (Das e Das, 2000)

No caso de ocorrência desta enfermidade procure sempre um Médico Veterinário de Clínica de Pequenos Animais, para realizar um tratamente adquado e eficaz.

Texto redigido por Rudiard Nardelli, Médico Veterinário, Técnico em Agropecuária.

About these ads

2 Respostas to “Tumor Venéreo Transmissível – TVT”

  1. Renata Vasconcelos said

    Oi descobri que meu cachorro e a minha cadela esta com TVT, mais no momento ñ tenho condições alguma de pagar um tratamento(estou passando por uma crise familiar terrivel). Gostaria de saber quanto tempo mais eles tem de vida? Os sintomas apareceram a 2 semanas……O que faço? Cada vez que olho para eles eu choro……
    Obrigada!!!!

    • Olá, Renata.

      Não posso informar o quanto mais seu cachorro tem de vida, pois tem que haver uma análise do quadro clínico, depende como está indo a evolução da doença e também tem as características imunológicas que varia de individuo para individuo. O encamilhamento para alguma ong, associação ou clínica conveniada com intituições de atuação em proteção aos animais. Espero ter colabora com essas informações.

      Atenciosamente,

      Rudiard Nardelli.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: